Arquivo da tag: BANDA LARGA

SAUDADES

Longo tempo se passou. Estou com saudades de colocar meus posts no blog.
A sua apresentação foi alterada. Em fim fiquei no vácuo! Mas por que isto?
Simples, porque Inclusão Digital no Brasil é despida de verdade! O local de minha residência dista exatamente vinte e seis quilômetros da capita federal – Brasília. Entretanto sinal de banda larga, é para mim algo utópico. E pior, segundo o Plano Nacional de Banda Larga, todos os lugares do Brasil, seriam premiados com acesso a Internet. Mas, infelizmente isto é não é real. Havia contrato a Banda Larga da Claro. E por quase três anos , briguei com a companhia porque não conseguia o sinal que precisava. Finalmente desisti, e, tenho me virado como posso para acessar meus e-mails e, não consigo atualizar meu blog. Realmente é terrível. Projetos de infonegócios, que pretendia desenvolver, não puderam ir adiante. Em fim, não tenho para quem recorrer, pois o órgão controlador ou regulador chamado ANATEL, não existe para lutar pelos interesses do cidadão.
Assim, quando puder, voltarei a fazer o que gosto e pretendo, que é manter-me em evidência através da Net.

Como gostaria de divulgar meus livros. Escrevi um livro de poesias, outro sobre o tema rejeição e um que busca auxiliar pessoas nessa época de crise. Mas sem net não dá para divulgá-los e vendê-los.

Viva ao PNBL!

ACE

ACE

Mas, até quando aturaremos este estados de coisas?
Ficamos reduzidos a umas três ou quatro empresas de telefonia que dominam a Banda Larga.
Milhões de brasileiros, usam a internet.
Com isto essas companhias, se tornaram um cartel, que cobra quanto quer, e fornece o que lhes interessa em termos de sinal.
Fala-se em corrupção, mas nenhum político ou tampouco o Ministério Público se despertou para o problema .
As empresas provedoras, forneciam, como me forneceram gigas bytes de sinal. Então descobriram um grande filão. Não mais fornecem gigas, e sim megas, algo que obriga ao consumidor a pagar mais e mais, pois megas são consumidos rapidamente, e as operadoras exigem, o pagamento de complementação de sinal.
Penso que devemos fazer um movimento nacional dos usuários de Banda Larga, movimento este que pressionará a ANATEL, os políticos e as próprias operadoras. Lutar por Banda Larga gratuita, como já existe em uns poucos municípios brasileiros. Se nada fizermos, nada acontecerá.
Se quiser formar comigo este movimento, envie um e-mail: elpistic@gmail.com

MUDANÇAS

Puxa! Há quanto tempo não atualizo meu blog. Que tristeza! Mas, porque não o fiz?

A resposta não é tão simples assim. Em outubro ou novembro de 2015, cansado de tanto brigar com a CLARO, cancelei minha assinatura de internet banda larga. Havia contratado 20 gigas, todavia,  não recebia isto, e, por mais que brigasse com a empresa, o serviço me saia caro, pois pagava um alto valor pelos vinte gigas, e  pouco recebia. Assim, cansei e me desliguei desse provedor, que, na mídia informa fornecer algo que, na prática, não o faz.

Mas o que mais me aborreceu é que, onde moro, embora esteja a vinte e seis quilômetros da capital Brasília, não tem uma empresa sequer que  forneça tal serviço. A Claro me enganou. Vendeu-me o que não tinha condições de fornecer. Mas o meu maior desagrado é com o poder público. Onde está o Plano Nacional de Banda Larga, tão propalado pelo Governo Federal? É apenas retórica midiática. Nos lugares de menor população ou nos rincões dos sertões brasileiros, a internet banda larga, é figura de fantasia, pois não existe.

Como se falar em inclusão digital?

Como poderíamos resolver essa questão?

Penso que não é tão difícil, mas que esbarra na falta de união dos brasileiros.  Se formássemos uma cooperativa de usuários da internet, poderíamos concorrer com os grandes provedores,  participando dos leilões e comprando o direito de prover o sinal de banda larga. Os equipamentos para isto não são tão caros. Mas, na realidade falta visão aos brasileiros pois não é só na questão de banda larga que nós sofremos. Na saúde, na educação, na segurança, estamos reféns do poder público ineficiente, que cobra tributos com uma voracidade incrível, mas não sabe administrar os trilhões recebidos, endivida o país e locupleta os corruptos.

Como seria maravilhoso, se o povo fosse para as ruas não só para brigar por vinte ou trinta centavos de aumento nos trasportes, mas que brigasse efetivamente pelo que é importante.

O povo deixa de lutar por um “elefante” e fica brigando por “uma formiga”.

Enquanto essa cultura burra de desconhecer o que é importante e ficar questionando miséria, não mudar, teremos o que temos ou seja, nada de segurança, saúde ou educação.

O que lamento é que, este post que coloco neste momento, como desabafo, pouco será  visto, pois o povo, em sua maioria,  gosta do que é frívolo ou sem importância. Não briga com um governo que deixa morrer pacientes por falta de remédios essenciais, mas “oferta” um milhão de reais, para blocos carnavalescos. O povo corrupto recebe a benesse e bate palmas!

Quando é que o povo brasileiro vai acordar para o que é verdadeiramente importante?

Não  adianta culpar a corrupção dos políticos se o próprio povo é corrupto. Corrupção esta que é demonstrada, pelo lixo que se joga nas ruas, cocos vazios após ser bebida sua água,  e embalagens plásticas vazias  jogados na via pública, das janelas de ônibus e carros’; embalagens abertas em supermercados, em que se come o conteúdo, deixando-as no estabelecimento nas gôndolas, para não pagar o preço no caixa, e outras coisas semelhantes.

Se o povo não mudar a forma de pensar, e algo que vem da mudança de mente pela educação não haverá alteração.

Continuaremos a receber péssimos serviços públicos, dentre eles a internet banda larga.

Observo que o povo brasileiro se une muito para farra e futebol. Mas para o que é efetivamente importante, é deixado para os outros, especialmente para aqueles  que foram eleitos por nós para cargos eletivos no legislativo. Ora se os políticos saem do meio do povo, eles são a imagem do que a grande maioria do povo é, ou seja, corrupta  desonestaCLARO QUE E.

Esta é a mudança,  mudamos nós, como povo ou nação,  ou o Brasil continuará no estado que está.

Og Souza

Advogado, Bacharel em Contabilidade, Professor, Teólogo.